Voltar

Notícia

26/08/2019

Série Online: Ser+ Livre para Servir

 

Durante o mês de agosto, o Centro MAGIS Anchietanum promoveu a Série online "Ser+ Livre para Servir". Com a intenção de aprofundar o tema da vocação, trouxemos pessoas que passaram por uma experiência de discernimento e seguimento do chamado de Deus, para partilharem os caminhos desse processo: histórias de vida, sonhos e desejos da juventude, provocações da vida, o despertar vocacional, desafios e crises dessa decisão. Enfim, falas de conteúdo pessoal e nitidamente apaixonadas por esse tema de vida, de felicidade e liberdade. 

Foi perceptível também o desejo de conhecimento desse tema por muitos/as jovens: recebemos muitas perguntas, dúvidas, provocações e comentários (até agora, somando os quatro programas da série, tivemos mais de 6300 visualizações). Isso reforça o quanto é necessário apostar na preferência da descoberta dos horizontes vocacionais pela juventude. 

Iniciamos a série em 06/08/2019, com a Vocação Sacerdotal. Pe. José Boareto, da Diocese de Bragança Paulista e professor da Pontifícia Universidade Católica de Campinas (PUC-Camp) e Pe. Odair Durau, SJ, coordenador do eixo Exercícios Espirituais do Programa MAGIS Brasil, partilharam a caminhada vocacional deles, até se tornarem sacerdotes. 

 

"Olha o que tá acontecendo aqui. Eu estou rezando. E isso me chamou muito a atenção. Ou você me engana ou não está maduro... e eu ali no seminário. Como está minha relação com Jesus? Tá madura? Ou tô enganando ele? Tô fazendo de conta?" - Pe. José Boareto

"Eu ficava encantado do modo que ele falava de Deus. Parecia que ele transpirava Deus. Algo que dava para sentir ele exalando Deus através das palavras. Isso é maravilhoso". - Pe. Odair Durau, SJ

 


Continuamos nossa série, no dia 13/08/2019, conversando sobre a Vocação Religiosa. Convidamos a Ir. Tatiane Ferreira, da Congregação das Irmãs de Santo André, e Ir. Epifânio, SJ, diretor do Colégio São Francisco Xavier (São Paulo/SP). Pudemos acompanhar, nesse programa, uma partilha de vida sensível, e novos desafios, mas também esperanças, sobre a vocação. 

 

"A obra é de Deus. Ele começou. Então ele não vai abandonar [...]. Quando a gente olha toda a vida de Inácio: os projetos que ele tinha, o desejo de ser um grande cavaleiro, tinha grandes sonhos. E de repente, a brecha que Deus encontra na vida dele para agir, é justamente no momento que para ele é o pior fracasso de sua vida, e é aí que ele faz aquele encontro profundo com Deus e transforma sua vida". - Ir. Tatiane Ferreira

"A gente não segue uma ideia. Não segue uma agenda. Não é etéreo, é palpável. Então a pessoa de Jesus, o projeto de vida nosso, meu, se confunde, positivamente, com o projeto de Jesus." - Ir. Epifânio, SJ

 


No dia 20/08/2019, a casa ficou mais cheia, pois recebemos dois casais para partilharem a vocação no matrimônio: Zezé e Zé Ricardo, e Marília e Thiago, vieram ao Centro MAGIS Anchietanum para conversar sobre esse chamado discernido e realizado a partir do casal. Em uma conversa leve e divertida, pudemos conhecer mais pontos sobre essa vocação. 

 

"A gente tem uma preocupação grande em servir o próximo. A gente não queria um casamento, um matrimônio, que ficasse só fechado entre nós dois, e depois com os filhos, aquela coisa que não fosse aberto às pessoas, a vivência das realidades, da Igreja". - Zezé

"A grande diferença é quando a gente começou a mudar internamente: eu me mudar e ele se mudar. Quando a gente realmente conseguiu parar para olhar pra dentro da gente, aí a gente começou a ser melhor um com o outro, a gente conseguiu olhar para o outro com mais amor, mais paciência, com mais benevolência". - Marília Volpi

 


Finalizamos a série, no dia 27/08/2019, trazendo para o conversa a questão do leigo e da leiga na Igreja. Para isso, convidamos dois grandes amigos do Centro MAGIS Anchietanum: Rosi Oliveira e Márcio Camacho. Com questões ligadas a formação, realidade e missão na Igreja, ouvimos essa partilha:

 

"A gente tem os desafios que tem de ser humano nesse mundo. E ser cristão. Como a gente consegue ser cristão leigo comprometido, sem ter estrutura institucional que nos garanta, que nos sustente? Eu acho que é justamento aí: nossa vocação é exercida lá, no trabalho, onde a gente tá lutando pra sobreviver. Ou seja, o desafio de ser cristão sem um respaldo, é o desafio de ser cristão na essência". - Márcio Camacho

"A leiga, o leigo, têm esse papel de trazer as pessoas mais perto umas das outras. De produzir aquele elo que Jesus trazia quando ele estava junto com o povo. Ele fazia isso acontecer". - Rosi Oliveira. 

 

Compartilhe:

Comente pelo Facebook:

Prepare sua agenda

Setembro 2019
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sáb
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30

Newsletter

Fique por dentro de todas as nossas atividades.

Rua Apinajés, 2033, CEP: 01258-001 - São Paulo/SP - Tel.: (11) 3862-0342 / 96465-1414
Horário de atendimento da secretaria: 13h às 19h – de segunda a sexta. Das 9h às 14h – aos sábados.

Anchietanum - Copyleft - Permitida a reprodução, sem moderação desde que citados o link e a fonte

Produzido por Plank